Casa Guilherme de Almeida realiza curso sobre Katy Perry, cultura pop e sua relação com Frankenstein e Baudelaire

quarta-feira, julho 05, 2017

A atividade é gratuita e livre para quem deseja conhecer os vínculos entre a música e o cinema

O que podemos aprender com os clipes de Katy Perry e qual a relação deles com o personagem Frankenstein e o poeta Baudelaire? Para responder esta questão, a Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo gerenciada pela Poiesis, promove entre 11 e 15 de julho – terça a sexta, às 19h00 e sábado, às 15h00 – o curso Katy Perry: fogos de artifício para Frankenstein e Baudelaire

Ministrado por Luiz Carneiro, a atividade apresenta o diálogo existente entre o ícone da música pop, o personagem criado por Mary Shelley e o poeta francês, cuja obra marca o início da modernidade literária.

Os clipes de Katy Perry são pensados para a indústria cultural e possuem grande força narrativa com articulação de ideias e diversas referências cinematográficas. "Roar, por exemplo, é uma reconstituição intersemiótica dos filmes de Tarzan e da jornada do herói, além de resgatar mitos de fundação e as pinturas rupestres, enquanto Firework é assumidamente uma música de empoderamento”, conta Luiz Carneiro, professor do curso. Luiz Carneiro é professor de semiótica, roteirização, novas mídias e games. Atua como game designer nas áreas de treinamentos corporativos e acadêmicos. Desde 2010, ministra cursos de tradução intersemiótica, novas mídias e games na Casa Guilherme de Almeida e na Casa das Rosas.

SOBRE A CASA GUILHERME DE ALMEIDA
Inaugurada em 1976, a Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis, está instalada na residência onde viveu o poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista Guilherme de Almeida (1890-1969), um dos mentores do movimento modernista brasileiro. Seu acervo é constituído por uma significativa coleção de obras, gravuras, desenhos, esculturas, pinturas, em grande parte oferecidas ao poeta pelos principais artistas do modernismo brasileiro, como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Emiliano Di Cavalcanti, Lasar Segall e Victor Brecheret.

Hoje, o museu oferece uma série de atividades gratuitas relacionadas a todas as áreas de atuação de Guilherme de Almeida, da literatura traduzida ao cinema, passando pelo jornalismo  e pelo teatro. Trata-se da primeira instituição não acadêmica a manter um Centro de Estudos de Tradução Literária no país.

SOBRE A POIESIS
A instituição, que tem por objetivo o desenvolvimento sociocultural e educacional, com ênfase na preservação e difusão da língua portuguesa, desenvolve e gere programas e projetos, pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais voltados para o complemento da formação de estudantes e público em geral. A POIESIS trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura. 

SERVIÇO
Curso Katy Perry: fogos de artifício para Frankenstein e Baudelaire
De 11 a 15/7, terça a sexta, das 19h00 às 21h00 e sábado, das 15h00 às 18h00.
Inscrições gratuitas: http://bit.ly/2rvw2Wy

Casa Guilherme de Almeida
Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1943
Telefone: (11) 3673-1883 / 3672-1391
De terça a domingo, das 10h às 18h.
Site: www.casaguilhermedealmeida.org.br

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.