Resenha: Uma Canção Para a Libélula

segunda-feira, março 28, 2016
Autora: Juliana Daglio  
Ano: 2015
Páginas: 180 
Idioma: português 
Editora: Editora Arwen

Vanessa, uma talentosa pianista mora com os tios em Londres. Uma garota um tanto tímida, leva uma vida aparentemente tranquila, contudo seu passado carrega um grande trauma devido a sua infância conturbada.
Quando recebe um telefonema com a notícia de que a saúde de seu pai não esta muito boa, decide voltar ao Brasil, mesmo sua tia sendo totalmente contra essa ideia, Vanessa acredita que como uma adulta será mais fácil enfrentar o seu passado.
Quando chega à casa do pai, começamos a entender o que e quem a desestabilizou. Toda a tragédia que envolve seu passado, todo o medo e toda a insegurança, invade Vanessa assim que entra na casa onde passou a infância. A felicidade de rever o pai é ofuscada por Valéria, sua mãe, uma mulher cruel e egoísta, ela coloca um peso imensurável nos ombros da Vanessa, desestabilizando-a. Percebemos assim que a relação mãe e filha é inexistente e que a família esta um caos. Valéria comanda a casa, enquanto o marido acata todos os seus caprichos, mal consegue defender a própria filha.
Aos poucos, percebemos que Vanessa esta retrocedendo. Não sente fome, passa a se sentir cansada, culpada, insignificante, até entrar numa intensa depressão, o que faz com que ela tome uma atitude radical.
O livro tem uma narrativa simples e ao mesmo tempo intensa e envolve o leitor do início ao fim. O enigma que envolve a vida de Vanessa nos prende de uma maneira impetuosa e o misto de sentimentos descritos no livro nos intriga. Por muitas vezes me vi chorando, como se estivesse passando pelos mesmos problemas. 
E aquele final? Fiquei aflita, imaginando como Vanessa sairia daquela situação. Foi maldade da Juliana fazer uma coisa dessas... Tenho a primeira edição do livro e recentemente garanti meu box com as duas partes, mal posso esperar para tê-lo em mãos.
É difícil colocar em palavras o que senti ao ler esse livro. Identifiquei-me com a protagonista desde a primeira página do livro. Tive experiências um tanto quanto perturbadoras e posso afirmar que entendo. Muitas pessoas não entendem, falam que é frescura, mas a situação é séria, depressão não é brincadeira, é algo involuntário, que corroem a pessoa por dentro, até chegar a um ponto em que você se sente um nada. São sentimentos terríveis e inimagináveis, onde você não consegue ver solução.
Em seu primeiro, Juliana Daglio aborda o tema de forma simples e extraordinária. É dos melhores livros que já li. Além de ser extremamente talentosa, é também uma pessoa incrível, e digo com orgulho que é minha amiga.
Entre no blog da Menina Libélula e conheça mais sobre o livro. 

Um comentário:

  1. Ai, que amooooooorrr!! O nome desse blog é apropriado e diz tudo sobre o que vocês fazem aqui.
    Obrigada pela resenha linda, pelos elogios e pode ter certeza que amizade é que não falta nesse coração aqui.

    Espero que a parte dois venha para acalentar corações. <3

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.