Resenha: O Diário de John Winchester

terça-feira, agosto 18, 2015

Oi, pessoas Lindas!!! Esse é meu primeiro post ><
E nada melhor do que começar falando sobre algo pelo qual sou apaixonada. 
Tudo começou com a série de TV. Uma história incrível, com atores maravilhosos. Fiquei encantada desde o primeiro minuto, e esse sentimento só cresceu. Sou Hunter com orgulho <3

Resumo:
Baseado na série de TV Supernatural, "O Diário de John Winchester" é a reprodução fiel do livro-chave consultado pelos irmãos Dean e Sam Winchester nos episódios. Nele estão reunidos os muitos segredos colecionados por John para enfrentar a saga da família: ameaças sobrenaturais, demônios, fantasmas, espíritos, bruxas e vampiros estão minuciosamente descritos e detalhados nas centenas ilustrações do Diário. Lançado com enorme sucesso em vários países, a tradução brasileira foi feita em cuidadosa pesquisa do universo Supernatural.



Ano: 2010 / Páginas: 224
Idioma: português 
Escrito por: Alex Irvine
Editora: Gryphus


Qual fã de Supernatural nunca quis colocar as mãos no diário de John Winchester e ter acesso aos seus segredos e instruções? Com esse livro, podemos realizar esse desejo.
Pra quem assiste a série, sabe que nas primeiras temporadas, o diário de John é uma espécie de manual de caças. Os irmãos estão sempre tirando dúvidas e resolvendo casos com base nas experiências que John relatou no diário.
Na TV, temos uma imagem de John, baseado no que que Dean e Sam falam do pai e de seus motivos para tornar-se caçador. Agora, lendo esse livro, temos uma visão diferente e ampliada do ponto de vista do John. Um cara que teve uma reviravolta depois da morte da esposa, tornou-se muito rígido consigo e com os meninos, e seu maior objetivo é vingar a morte de Mary, independente do que tenha que fazer para isso.
Vemos 
muitas lendas americanas e de outras culturas, é também cheio de ilustrações de símbolos e outras coisas mágicas, incluindo o ritual de exorcismo romano. Além de contar sobre suas dificuldades e realizações de caça, John também relata momentos das infância e adolescência de Sam e Dean. O aniversário dos meninos, o aniversário de casamento do John e da Mary e a data da morte dela, são constantemente lembradas, podemos sentir sua dor ao escrever sobre esses acontecimentos. Por exemplo, aos 11 anos, Dean pede uma arma de presente, já Sam, com 11 anos, pede um computador. Aos 14, Dean sai com sua primeira namorada, enquanto Sam tem pesadelos e se mantem indiferente. O quanto Dean tentava agradar ao pai e Sam, não queria pertencer aquele mundo. Enquanto li, senti como se estivesse ali com eles, quis consola-los, castiga-los e protege-los. Meu amor pelos Winchester só cresceu. E continua crescendo.
O único ponto negativo do livro, é que algumas das fontes utilizadas são muito pequenas, o que dificulta um pouco a leitura, mas isso é o de menos, se comparado ao conteúdo. 
"O diário de John Winchester" não é literatura, mas é um trabalho lindo para os fãs da série.  Super recomendo!



Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.