Resenha: Quem É Você Alasca

quarta-feira, março 11, 2015


Semana passada contamos aquii no blog que o livro Quem É Você, Alasca?, vai virar filme, mas ainda sim o número de pessoas que não leu ainda é grande.
Existe um certo preconceito, por culpa de A Culpa É Das Estrelas e não adianta vir me dizer que não existe, já que conheço várias pessoas que não curtiram o Augustus e nem a Hazel e por isso se negam a ler outra obra do mesmo autor.
Acho bobagem isso, mas...

A história é sobre Miles, um garoto anti social e que ama ler biografias.
Seu hobbie é colecionar palavras e costuma dar um ar mais... Fofo, digamos assim, para as ultimas palavras proferidas por personalidades biografadas, algumas soam bem interessantes, enquanto outras, nem tanto. 
Quando o garoto entra para o colégio interno, pensa que será horrível, mas mal sabe ele que será a melhor experiência da sua vida, onde ele conhecerá seu colega invocado de sala, Coronel, e a garota que vai ritmar seu coração: Alasca
Apesar de ser uma história colegial, já vou avisando para não esperarem as clássicas paixonites e dramas, espere tensão e diálogos cômicos, nada vazio e previsível. 
Mas também espere bebidas, cigarros, alguns amores, a nerd, o caus do ensino médio... Me lembrou séries americanas em certos pontos, mas John Green não é de me decepcionar.

Autor: John Green
Editora: Martins Fontes
Páginas: 229



Melhores quotes


"É, você também não é feia", respondi, sentindo-me desarmado por causa do elogio. "Mas não me ouviu dizer isso, porque gosto da minha namorada. Ah, não. Espere. Não tenho namorada."


"Às vezes perdemos a batalha. Mas a farra sempre vence a guerra."

"Eu sempre amaria Alasca Young, minha vizinha pervertida, com todo o meu pervertido coração."

"Mas que diabos significa “instantâneo”? Nada é instantâneo. Arroz instantâneo leva cinco minutos, pudim instantâneo uma hora. Duvido que um instante de dor intensa pareça instantâneo."

"Não devemos perder a esperança, pois jamais seremos irremediavelmente feridos. Pensamos que somos invencíveis porque realmente somos. Não nascemos, nem morremos. Como toda energia, nós simplesmente mudamos de forma, de tamanho e de manifestação."


"O medo é uma boa desculpa! O medo é a desculpa que todo o mundo sempre dá!"

"Bem, é ridículo sentir falta de uma pessoa com quem você não se dá muito bem. Mas, sei lá, era bom, sabe, ter alguém com quem brigar."


Quem É Você, Alasca? foi o primeiro livro publicado por John Green e é o meu preferido.
A leitura flui e em momento algum ele subestima a inteligência dos leitores, cada personagem tem sua personalidade formada e suas particularidades, o enredo é facilmente entendido e não tem aquela coisa de ficar boiando na história. 
Uma coisa eu te garanto: não será uma leitura perdida. A história te segura e te prende, você não vai se arrepender.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.